Lilypie Baby Ticker Lilypie 1st Birthday Ticker

quarta-feira, fevereiro 08, 2006

Transparências....


Gosto de ser uma pessoa transparente...ou seja não guardar o que tenho para dizer!
Quando tinha 18 anos era bem mais impulsiva, dizia tudo o que pensava na hora,...ás vezes parecia que eu largava uma bomba, porque nem sempre as pessoas estão preparadas para ouvir determinadas coisas...
Quando fui mãe, acho que comecei a ser mais cautelosa e diplomática, a maternidade deu-me algum traquejo e consegui mudar um pouco a impulsividade...
Hoje com trinta e um anos, defendo a tranparaência a cima de tudo...mas a forma de falar conta muito...ou seja podemos dizer tudo o que pensamos,mas cuidado com as palavras...não devemos dizer por dizer só para magoar, aliás nunca fui assim!
Se vamos magoar alguém, bom então vejamos se vai mesmo valer a pena, sim porque ás vezes a outra parte vê o mesmo que nós, não precisamos de dizer preto no branco...até porque, e fala-vos a voz da experiência, a vida encarrega-se de mostrar determinadas coisas que um milhão de palavras não mostariam...
Quando é para dizer que AMO, estou sempre pronta, acho importante, aliás muito importante verbalizar os nossos sentimentos...mas hoje sei que se tiver que dizer algo que sei que pode não ser fácil á outra parte ouvir...então escolho um momento calmo para dizer com serenidade, de forma apenas a dar a conhecer o meu pensamento,porque uma relação é construída com base na transparência, na transparência da alma...e no AMOR...hoje eu sou assim!

Bjs

Carla

11 Comments:

At 10:42 da manhã, Blogger Ana Luísa said...

Bom dia amiguinha :)
Gostei muito de ler as tuas sábias palavras... A idade e a experiência de vida vão mesmo servindo para melhorarmos e evoluirmos.
Ao ler-te fiquei a pensar que também espero que um dia a maternidade também me leve a impulsividade... Agora sou tão transparente que até me irrito a mim mesma! E por isso, como tu dizes e muito bem, até posso ter razão no que digo mas perco-a pela forma como o digo...
Um grande beijinho e obrigada pela reflexão...
(até já).

 
At 10:55 da manhã, Blogger Sonia said...

É bem verdade o que dizes querida, de facto com o tempo, deixamos de ser impulssivas, comigo aconteceu o mesmo, sobretudo com o meu pai :))

beijinhos!!!

 
At 11:25 da manhã, Blogger Céu Estrelado said...

Olha, eu ás vezes ainda vou guardando muita coisa dentro de mim que gostaria de deitar para fora, nomeadamente em relação aos meus pais. Vou-me contendo e faço-o pq precisamente tenho medo de ser brusca demais de magoa-los com qualquer coisa que diga, e contenho-me tanto (vou enchendo) tempo, que qd dou por mim já nem vale a pena dizer seja o que for pois deixei passar tempo demais! Eu sei que é mau, e isto gera uma bola de neve sem fim!
Beijinhos querida! :)

 
At 3:32 da tarde, Blogger mãe gabi said...

fiquei com o coração a bater mais depressa...nao te quero ver tristinha!
ha dias assim que parecem que nao nos compreendem!beijos enormes!

 
At 4:34 da tarde, Blogger Gina said...

Concordo contigo, apesar de para mim não existir nenhum sítio especial para o dizer...

Beijos

 
At 9:54 da tarde, Blogger Ana said...

Olá amiga!

E se houvesse mais pessoas como tu, decerto que o mundo seria bem mais simples!

Beijinhos

 
At 7:31 da manhã, Blogger Sandra J. said...

Também me considero transparente e sou incapaz de guardar o que penso para mim, mas também já sou menos impulsiva e também o aprendi como meu filho.
Bjs

 
At 9:09 da manhã, Blogger Clara Sonhadora said...

E viva a trasnaprência!

Quem pensa o contrário não pode ser boa gente, mas pronto...

Beijocas

 
At 10:11 da manhã, Blogger Carla said...

Olha que agora não tava a dar contigo do meu link!! Mudaste o nome do endereço!! Two babys??... :)
Mas tens razão, há que ser transparente, apesar de por vezes sofrermos com isso.
Beijinhos,

 
At 10:41 da tarde, Blogger Tânia said...

Eu sou daquelas pessoas que tem o coração na boca, e quando não digo certas coisas fico a remoer e a pensar no que devia ter dito.

Beijinhos

 
At 12:18 da manhã, Blogger ~Su~ said...

Tens toda a razão. Também sou uma grande defensora da transparência, mas penso que, por vezes, as pessoas perdem a razão por não saberem COMO dizer as coisas - faz uma diferença TÃO grande, a forma como as coisas são transmitidas...

Gostei muito de ler este teu texto!!

Beijinhos,
Su :)

PS: Já estás mais animada? Vá, diz que sim :)

 

Enviar um comentário

<< Home